Tag: sexo

Desabafo…


Hoje eu voltei…
Acho que estive fora de mim tempo demais…
Temos atitudes inconscientes que nos levam a caminhos estranhos, muitas vezes árduos…
De uns dias pra cá… eu me senti. Eu senti o fogo de ser eu… o calor e a cor de ter minha vida e de ser eu mesma. Comecei a ser audaciosa e a fazer e dizer coisas que nunca disse ou fiz antes.
E percebi que dessas andanças em estradas escuras e frias, eu consegui algum proveito. A menina que agora virou uma mulher e se descobriu fêmea, forte, linda e capaz de conseguir muitas coisas para o seu bem e para o bem dos que estão a sua volta, voltou a viver.
A mudança não é tão perceptível por fora… mas foi algo muito grandioso por dentro!
Falando da atitude inconsciente, eu acho que minha mente (ou a minha alma) estava pedindo um tempo. Um momento de recolhimento para reflexão. Às vezes a casa de nossa alma fica bagunçada, e precisamos de um tempo para colocar tudo no lugar.
Eu não sei exatamente quando isso começou, se foi com uma decepção que tive, se foi estresse, crise dos 30…TPM atômica de longa duração…só sei que em dado momento eu o cortei meu cabelo. Aqui mesmo nesse blog eu contei o dia em que fui cortar e relendo hoje o post eu vejo o sinal do que estaria por vir.
Eu não sabia a importância brutal que meu cabelo tinha pra mim, escrevo o verbo no passado porque isso não me atinge tanto agora, é lógico que deixarei meu cabelo crescer novamente mas não é o fator mais importante do meu eu.
Depois disso, fui entrando em um torpor estranho, onde a vida era um filme e eu a expectadora que só assiste e não participa.
Me entreguei a dor. Me entreguei a solidão. Me entreguei a auto piedade e vitimismo. Me entreguei a preguiça. Me entreguei a gula.
Quando eu percebi, estava com 10 kg a mais, com crises de bronquite e travada. Parei de dançar, não fiz mais o curso de dança do ventre, parei com o zouk, não desenhei mais, e li somente um livro no ano inteiro.
Não sei se isso é depressão. O que eu sei é que recebi muitos sinais, durante esse tempo. Podemos dizer que é de Deus, de Alah, dos espíritos mentores, dos anjos, do universo. Eu prefiro chamar esse ser superior de Deusa. Ela sempre conversa comigo de formas muito sutis. Me mostra caminhos lindos e também tortuosos.
Fico grata e orgulhosa de mim mesma de ser inteligente o bastante de absorver isso e parar pra pensar.
Hoje o sinal foi o mais maravilhoso de todos. Um sinal de bem-vinda de volta a vida!
Resolvi voltar à dança do Ventre mesmo se achando acima do peso demais pra isso. Saindo de lá, um arco-íris estava bem na minha frente, entre o sol e a chuva. O arco-íris maior e mais bonito que eu já vi!
Agradeci .
Hoje eu sou fogo. Fogo e pura luz. E como toda pessoa que tem a chama sagrada dentro de si, quero me movimentar, quero coisas e pessoas e conquistas.
Vou mudar de emprego, vou emagrecer o quanto eu puder e no tempo que for melhor pra mim. Vou me apresentar na formatura de dança, vou fazer outro curso de dança (Pole Dance..aí vou eeeeuuuu!!!), vou estudar…vou amar…
Por falar nisso… Já são 6 anos né? Inegável que não conseguimos ficar longe um do outro entre brigas, conversas, sarros, sexo, exclusões e tantos mimimis…mesmo assim não conseguimos nunca ficar um longe do outro né… mesmo quando brigamos e paramos de nos falar (e não foi só uma vez) ainda sim estamos secretamente um olhando para o outro…você me chama, pensa em mim, eu sonho com você, te ligo. Acontece algo entre nós que nem sabemos exatamente o que é. Mas sabe o que eu mais gostei? É acontecer exatamente o que eu disse aqui, no entanto, meus sentimentos são diferentes do que eu previa. Independente da situação, você é meu e eu sou sua, o quê (amigos, amantes, alma-gêmea, step, fodinha-amiga, nada), eu ainda não sei mas podemos descobrir. Eu sou paciente.
Por enquanto eu estou aproveitando este momento-luz da minha vida e vou brilhar por aí.
Viver é bom… viver sem medo é melhor ainda!!!

Anúncios

Zouk, Prazer, Aprendizado e Sexo(????)…

Estou aqui ouvindo Zouk…às 21:27hs de um domingo frio…
Não é nenhuma novidade isso! Eu ouço esse tipo de música a semana inteira. O Zouk é um tipo de música tem uma coisa… algo que mexe comigo de uma forma estranha!
Bom…ontem eu fui dançar zouk e fiquei chateada.
O comportamento das pessoas “zoukeiras” me incomoda um pouco. Ontem eu simplesmente não dancei!
Eu fui com um amigo mas ele e a prima foram embora mais cedo e eu fiquei ali, olhando as pessoas dançando maravilhosamente. E fiquei só olhando…
Fiquei chateada com isso, porque, não é de agora que venho percebendo, as pessoas que dançam zouk são absolutamente elitistas!
Existem algumas opções do talvez, do porque eu não dancei ontem…
1º se não te conhecem, não te chamam pra dançar;
2º só chamam pra dançar uma garota que ele esteja a fim de pegar ou que seja muito gostosa (afirmo que é muito constrangedor perceber isso num público de faixa etária 25>)
3º Tenho cara de poucos amigos ou de muito nojenta
4º tinha feijão no meu dente e toda vez que eu sorria espantava os bofes…
5º não sei!!!!
Agora, depois de muito ir em baladas zouk comecei a fazer aulas numa academia conceituada em dança de salão e hoje o professor falou um coisa hoje que me deu o que pensar.
Ele estava falando sobre a condução de mulher, de ela saber o que fazer e não deixar que o parceiro tenha que fazer tudo e que fique fazendo esforço o tempo todo para conduzi-la, disse algo que foi mais ou menos assim
“você não podem ser egoístas, a dança é um prazer, e se você está sentindo prazer, se seu parceiro está proporcionando pra você, porque não proporcionar o mesmo prazer pra ele??”

Profundo isso né?? Algo quase sexual…
Aí eu fiquei pensando… será que por conta disso, existe esse elitismo todo na balada de Zouk??
Eu nunca chamei um rapaz pra dançar, não sei se por timidez ou orgulho, e isso prejudica bastante.
Sempre fui em muitas baladas e já vi de tudo, gente dançado só por prazer, gente dançado pra seduzir, gente dançando pra pegar aquela gatinha ou aquele gatinho… não sei também se é porque o Zouk é uma das coisas mais técnicas e sedutoras que já vi, algo que trabalha a sensualidade, a parceria, o conhecer bem o parceiro para que a dançar possa acontecer de forma bonita, mas não vejo camaradagem nesse meio. Não vejo um rapaz que dança muito bem, tirar uma menina que está começando e não sabe muita coisa (tipo…eu XD) como aprenderemos???
Não gostei!