Mês: maio 2011

Apresantação2.0,letras, músicas e sensações…

Bom…
O que dizer da apresentação?
Como da primeira vez foi mágica! Foi uma festinha quase particular, pois era num salão fechado apenas com convidados amigos e parentes das professoras e dançarinas.
Talvez seja por isso que eu tenha ficado mais à vontade inclusive para fazer o meu solo.
A sensação de fazer um solo é mais gostoso porque você tem a liberdade de fazer mais coisas sem depender do movimento das outras parceiras. Pode-se improvisar e tudo mais.
Apesar de ter recebido vários elogios do pessoal e dos meus dois únicos amigos que foram me ver (um adendo… fiquei bem chateada com isso, não exatamente com as pessoas e sim com as situações) enfim… apesar dos elogios eu fiquei um pouco incomodada com a minha pancita… eliminei 4kg de energia desnecessária do meu corpo (ahan tá… Senta lá Cláudia!!!! ) e 4cm da minha circunferência bundística mas olhando as fotos eu percebi que tenho um longo caminho pela frente ainda!!!! Quase entrei em depressão de novo!!! ¬¬’                                         Mas o inportante é que eu me diverti muito, foi bonito, fiquei até envergonhada com os elogios de uma senhorinha dilicinha me fez, sei que tenho coisas a melhorar mas quem não tem??   Fui e estou feliz com estes momentos que estou vivendo!

A música em si é um capítulo a parte! A letra dela coloca exatamente uma situação que sinto. A falta de alguém que não falo a muito muito tempo por birra minha mesmo mas que nunca saiu do meu coração [Te amo Coisa Rica! NEOQEAV!].
Por isso que digo que se não existisse música o mundo também não existiria. Mesmo não sabendo patavinas de árabe a vibração daquela música me chamou atenção de um jeito que tinha que ser ela.
Bem…
Deixo a letra em portuga e o vídeo para vocês ouvirem.
E que venha a próximaaaaaaaaaaaa!!!!

Meshtaga Leek – Nancy Ajran

Eu sinto sua falta
Eu sinto sua falta assim como a minha alma perde o ar,
minha alma se derretecom seus olhos.
Eu não tenho te visto por um longo tempo
então eu tenho sentido muito sua falta.
Todo esse tempo perdido vai voltar para mim novamente quando eu desvendar você.
É tudo por causa de sua ausência, meu amor
Tudo isso é porque você está longe meu amor
tem misericórdia de mim, sinta pena, olha para o meu estado
minha noite é tão longa, tão longa.
o teu amor tomou conta de mim.
os olhos pretos estão totalmente apaixonados
eles estão sedentos, sedentos de amor, meu coração
É tudo por causa de sua ausência, meu amor
Tudo isso é porque você está longe meu amor
Você Lua, você lua, eu vou olhar
a noite toda esperando pelo meu amor precioso.
Sua imagem, sua imagem está sempre em
minha mente e em meu coração
aconteça o que acontecer eu nunca vou esquecer os meus dias.
com você, meus dias com você
Eu sempre vou esperar por você, voltando para mim
com seu amor, com seu amor
É tudo por causa de sua ausência, meu amor
Tudo isso é porque você está longe meu amor
Lala Lai Lai La La
Lala Lai Lai La La
Lala Lai Lai La La
Da Da Da Da Doooo
Eu sinto sua falta assim como a minha alma perde o ar
Minha alma derreteu Eu juro, com seu olhar

[https://www.youtube.com/watch?v=POyMCggbmjc]

Anúncios

Síndrome de Walt Disney – Um condicionamento infame…

O QUE QUER UMA MULHER?
Martha Medeiros
Um bebê nasce. O médico anuncia: é uma menina!
A mãe da criança, então, se põe a sonhar com o dia em que a sua princesinha terá um namorado de olhos verdes e casará
com ele, vivendo feliz para sempre. A garotinha ainda nem mamou e já está condenada a dilacerar corações.Laçarotes, babados, contos de fadas: toda mulher carrega a síndrome de Walt Disney.
Até as mais modernas e cosmopolitas têm o sonho secreto de encontrar um príncipe encantado.
Como não existe um Antonio Banderas para todas,nos conformamos com analistas de sistemas, gerentes de marketing,
engenheiros mecânicos. Ou mecânicos de oficina mesmo, a situação não anda fácil.
Serão eles desprezíveis? Que nada.
São gentis, nos ajudam com as crianças, dão um duro danado no trabalho e têm o maior prazer em nos levar para jantar.
São príncipes à sua maneira, e nós, cinderelas improvisadas, dizemos sim! sim! sim! diante do altar; mas, lá no fundo, a carência existencial herdada no berço jamais será preenchida.
Queremos ser resgatadas da torre do castelo.
Queremos que o nosso pretendente enfrente dragões, bruxas, lobos selvagens.
Queremos que ele sofra, que vare a noite atrás de nós, que faça tudo o que o José Mayer, o Marcelo Novaes e o Rodrigo Santoro fazem nas novelas.
Queremos ouvir “eu te amo” só no último capítulo, de preferência num saguão de aeroporto, quando ele chegará
a tempo de nos impedir de embarcar.
O amor na vida real, no entanto, é bem menos arrebatador.
“Eu te amo” virou uma frase tão romântica quanto “me passa o açúcar”. Entre casais, é mais fácil ouvir eu “te amo” ao encerrar uma ligação telefônica do que ao vivo e à cores. E fazem isso depois de terem se xingado por meia-hora. “Você vai chegar tarde de novo? Tenha a santa paciência, o que é que você tanto faz nesse escritório? Ontem foi a mesma coisa, que inferno! Eu é que não vou preparar o jantar para você às dez da noite, te vira.Tchau, também te amo.” E batem o telefone possessos.
Sim, sabemos que a vida real não combina com cenas hollywoodianas.
Sabemos que há apenas meia dúzia de castelos no mundo,quase todos abertos à visitação de turistas.
Sabemos que os príncipes, hoje, andam meio carecas, usam óculos e cultivam uma barriguinha de chope.
Não são heróicos nem usam capa e espada, mas ao menos são de carne e osso, e a maioria tentaria nos resgatar de um prédio em chamas, caso a escada magirus alcançasse o nosso andar.
Não é nada, não é nada, mas já é alguma coisa.
Dificilmente um homem consegue corresponder à expectativa de uma mulher, mas vê-los tentar é comovente.
Alguns mandam flores, reservam quarto em hotéizinhos secretos, surpreendem com presentes, passagens aéreas, convites inusitados. São inteligentes, charmosos, ousados, corajosos, batalhadores.
Disputam nosso amor como se estivessem numa guerra, e pra quê?
Tudo o que recebem em troca é uma mulher que não pára de olhar pela janela,
suspirando por algo que nem ela sabe direito o que é.
Perdoem esse nosso desvio cultural, rapazes.
Nenhuma mulher se sente amada o suficiente…

p.s. crédito para minha amiga Cinthia que me enviou este e-mail tãããããão sábio!!!

Nova cara….

Blog de cara nova! Achei MUITO BONITO!!!!!!
Vou fazer algumas melhorias e colocar minhas outras redes sociais aqui.
To afim de colocar uma página de músicas e outra de livros…
Só ta faltando aprender a mexer direito nesta bagaça!
Depois eu coloco mais um post aqui sobre mais um aprendizado… acho que sexta é dia de grandes aprendizados! Isto está se tornando uma constante!
Bom final de semana!!!!

Sobre convicções, passado, presente, mudanças e afins….

Como é interessante perceber o quanto as coisas são incertas na nossa vida!
Mesmo quando temos certeza!
Muitas vezes temos certeza do que queremos, é exatamente esse o caminho que devemos seguir… Mas no final (quase sempre) nada daquilo que imaginamos acontece.
Estava eu por aí neste mar de loucuras e bytes fuçando a vida virtual alheia (Yes! I am a internet Gossip! ) e vi algumas coisas interessantes sobre como as coisas mudam!
Até mesmo comigo. Muitas vezes afirmei coisas com tanta certeza e hoje é tudo diferente.
Já vi amigos que eram tão certos de suas convicções e hoje as coisas são tão diferentes.
Já tive amigo, (que eu afirmava que queria ter sempre na minha e já não falo com ele a mais de 1 ano(Vento no Litoral Wins!)), que dizia que o amor não existia e hoje vive um amor roxo, outro amigo , que dizia que era muito apegado a mim e não queria me perder (não fala comigo a 1 ano e meio quase) era super apaixonado e romântico a uns 6 anos atrás e um chifre o tornou um ser medroso que foge de relacionamentos e hoje ele diz que não acredita no amor. Eu sempre afirmei desde pequena que não queria casar e jamais lavaria cueca de homem nenhum, hoje me pego imaginando tendo uma casa, cuidando de alguém e esse alguém cuidando de mim.
Nossos objetivos e convicções mudam a todo o momento de acordo com nossas experiências. Algumas nos fazem crescer, como aconteceu com esse ex amigo que não acreditava no amor e hoje ama, outras nos fazem retroceder, como esse outro que um dia amou e hoje não é capaz de atrair isso pra sua vida, outras ainda nos tornam curiosos por novas experiências mesmo que talvez não sejam tão boas…
O que concluo disso é que devo viver mais meu momento sem ter certeza de nada, viver o agora, aproveitar este exato segundo com prazer sem culpa, lógico que sempre assumindo a responsabilidade e as conseqüências das minhas escolhas mas não pensar muito no “se”, no “se não” e no “mas”… acho vantajoso…

Sobre auto-estima, lições de vida, crises e afins…

Eu tenho muita sorte na vida. Só conheço pessoas maravilhosas que sempre me ensinam muita coisa e me dão algumas visões que eu não conseguia enxergar.
Nessa sexta eu fui tomar cerveja com uma amiga do trabalho. Ela tem apenas 21 anos, já passou por coisas que eu talvez não teria capacidade de passar com tanto maturidade altivez, e delicadeza.
Estávamos falando sobre eu interior, sobre passar por situações sem se magoar e sem levar raiva e rancor adiante.
Ela me contou algumas coisas que ela já passou com o marido dela, e me disse que um dia depois de chorar uma noite inteira por causa de uma briga, decidiu nunca mais chorar por depender emocionalmente de alguém. Que quando a gente fica doente, triste, ou agoniada, é um sentimento só nosso, uma coisa interna que deve ser resolvido conosco mesmo, sem depender de ninguém pra isso.
Comentei com ela que nessa última semana eu estava vivendo uma crise de auto-estima, onde eu queria me afastar de tudo e ficar deitada embaixo de um edredom e só saísse de lá quando a primavera voltasse…
Já ouvi e já li algumas coisas a respeito que, quando nós estamos num processo de limpeza interior, de auto-conhecimento tudo que é negativo sobre à tona para ser eliminado. Estou sentindo isso. E o ponto principal é essa auto-estima, oscilações loucas onde você deixa de ir dançar Zouk num lugar “porque ninguém te tira pra dançar por ser feia e gorda”, se sentir uma diva e uma Deusa quando dança com graça, olhar a foto de um rapaz que você gosta com uma garota linda e pensar “eu jamais vou poder competir com ela”, olhar no espelho e enxergar um ser iluminado e lindo com uma capacidade incrível de fênix…
E assim vou levando.
E vou absorvendo os ensinamentos de pessoas maravilhosas que Deus com sua incrível misericórdia coloca no meu caminho… e vou dançando…

Verdades absolutas….

SOBRE RELACIONAMENTOS


Se um homem quer você, nada pode mantê-lo longe.
Se ele não te quer, nada pode faze-lo ficar.
Pare de dar desculpas (de arranjar justificativas) para um homem e seu comportamento.
Permita que sua intuição (ou espírito) te proteja das mágoas.
Pare de tentar se modificar para uma relação que não tem que acontecer.
Mais devagar é melhor.
Nunca dedique sua vida a um homem antes que você encontre o que realmente te faz feliz.
Se uma relação terminar porque o homem não te tratou como você merecia, “dane-se”, mande pro inferno, “esqueça!”, vocês não podem “ser amigos”.
Um amigo não destrataria outro amigo.
Não conserte.
Se você sente que ele está te enrolando, provavelmente é porque ele está mesmo.
Não continue (a relação) porque você acha que “ela vai melhorar”
Você vai se chatear daqui um ano por continuar a relação quando as coisas ainda não estiverem melhores.
A única pessoa que você pode controlar em uma relação é você mesma.
Evite homens que têm um monte de filhos, com várias mulheres diferentes.
Ele não casou com elas quando elas ficaram grávidas, então, porque ele te trataria diferente?
Sempre tenha seu próprio círculo de amizade, separadamente do dele.
Coloque limites no modo como um homem te trata.
Se algo te irritar, faça um escândalo.
Nunca deixe um homem saber de tudo.
Mais tarde ele usará isso contra você.
Você não pode mudar o comportamento de um homem.
A mudança vem de dentro.
Nunca o deixe sentir que ele é mais importante que você, mesmo se ele tiver um maior grau de escolaridade ou um emprego melhor.
Não o torne um semi-Deus.
Ele é um homem, nada além ou aquém disso.
Nunca deixe um homem definir quem você é.
Nunca pegue o homem de alguém emprestado.
Se ele traiu alguém com você, ele te trairá.
Um homem vai te tratar do jeito que você permita que ele te trate.
Todos os homens NÃO são cachorros.
Você não deve ser a única a fazer tudo…compromisso é uma via de mão dupla.
Você precisa de tempo para se cuidar entre as relações.
Não há nada tão precioso quanto viajar.
Veja as suas questões antes de um novo relacionamento.
Você nunca deve olhar para alguém sentindo que a pessoa irá te completar…uma relação consiste de dois indivíduos completos.
Procure alguém que irá te complementar… não suplementar.
Namorar é bacana, mesmo se ele não for o esperado Sr. Correto.
Faça-o sentir falta de você algumas vezes… quando um homem sempre sabe que você está lá, e que você está sempre disponível para ele – ele se acha… (meu pai sempre disse isso!)
Nunca se mude para a casa da mãe dele.
Nunca seja cúmplice(co-assine) de um homem.
Não se comprometa completamente com um homem que não te dá tudo o que você precisa.
Mantenha-o em seu radar, mas conheça outros…
Compartilhe isso com outras mulheres e homens (de modo que eles saibam), você fará alguém sorrir, outros repensarem sobre as escolhas, e outras mulheres se prepararem.
Dizem que se gasta um minuto para encontrar alguém especial, uma hora para apreciar esse alguém, um dia para amá-lo e uma vida inteira para esquecê-lo.
O medo de ficar sozinha faz que várias mulheres permaneçam em relações que são abusivas e lesivas:
Você deve saber que você é a melhor coisa que pode acontecer para alguém e se um homem te destrata, é ele que vai perder uma coisa boa.
Se ele ficou atraído por você à primeira vista, saiba que ele não foi o único.
Todos eles estão te olhando, então você tem várias opções.
Faça a escolha certa.
“cuidem bem de seus corações… “

Um pequeno lado depressivo de ser….


Hoje eu amanheci um pouco pra baixo…
Algumas coisas na vida vão chegando de mansinho, uma aqui, outra ali, até que um Tsunami de verdades, emoções, situações, sentimentos te atropelam e te afogam.
É difícil de submergir…
As vezes ser intensa e muito lúcida tem suas desvantagens por que ter consciência exata dos sentimentos e emoção não é legal, a responsabilidade é maior pois temos que ter mais força pra levantar, nadar com toda a energia possível contra a avalanche de emoções que nos envolve. A ignorância às vezes é bom.
Existe uma frase que diz assim “Decepção não mata, ensina a viver” ou suas vertentes mais engraçadas, “Decepção não mata, ensina a beber”.
Eu discordo completamente dessas frases.
A decepção mata sim. Você morre aos pouquinhos. Suas emoções vão minguando, sua fé nas pessoas vai diminuindo e você vai perdendo a vontade de interagir com tudo. Você vai ficando mais técnica, mais automática, sabe exatamente o que esperar das pessoas, consegue identificar exatamente o que ela pode te oferecer. E isso não é bom… Você acaba virando uma casca vazia…
Me sinto assim…ultimamente as pessoas tem me cobrado muito pra sair,interagir mais. Ontem na casa de uma amiga ela me disse que eu devia aproveitar mais minha juventude e sair mais, dançar mais, conhecer mais pessoas… beijar vários… por que o tempo está passando…
Eu disse que estava me sentindo bem do jeito que estava, que no momento tinha tudo o que precisava e que estava mais preocupada em ganhar dinheiro e melhorar minha vida profissional… Aí meu irmão me perguntou; e o que você tem? Um emprego, um netbook, uma cadela? Muitos esmaltes e maquiagens? O que mais??
Pois é… o Tsunami bateu com bastante força na minha cara…
Tudo bem que tenho vários momentos com amigos queridos, eu compartilho, ajudo, brigo, fico feliz, choro e dou risada junto. Sou incluída em suas histórias, mas eu tenho um mundo só meu que não é compartilhado com ninguém, não há ninguém la fora que possa ou queira compartilhar esse mundo comigo.
É como estar sentada no topo de uma montanha, olhando pra baixo, vendo a vida acontecer lááááá embaixo na aldeia e às vezes a gente até desce pra ver tudo de perto, mas no final do dia você sobe para o topo novamente pra assistir o por do sol sozinha….

P.s… a metáfora da montanha nada tem a ver
de ser melhor ou estar acima os outros, mas sim pelo fato de
a montanha ser o lugar mais vazio e solitário do mundo…

Um pouco mais de mim…

“ORAÇÃO DA BAILARINA”


Senhor meu Deus!
Abençoe a minha dança, abençoe os meus pés
abençoe o meu corpo…os meus músculos…
e principalmente a minha vida!
abençoe esse dom que Você me deu…
esse presente Divino…a dança em minha vida!
obrigado pelo dia de ontem…porque hoje estou aqui…
obrigado pelo dia de hoje… porque agora estou aqui agradecendo a Ti…
e obrigado pela minha fé… porque sei que estarás comigo no amanhã…
Quando danço… Danço para Deus…
porque posso mostrar a todos alegria e beleza às pessoas através de mim.
e sei que assim Ele me protege e me orienta…
Senhor…nunca me permita fraquejar!
nunca me permita duvidar de minha capacidade!
porque sei que estarás ouvindo o meu clamor…
sei que estás inclinando os seus ouvidos para mim…
meu Deus me abençoe, e abençoe todas as bailarinas…!
seguro sempre em Suas mãos…porque assim estarei segura…seja os meus movimentos…
me guie…me orienta…seja a lâmpada para os meus pés…ponha sempre palavras em minha boca…
Direi a todos por toda a minha vida!
És o meu Deus…o meu Criador!
obrigado por tudo e amém…
(NASTENKA)

retirado do Blog: http://nastenka1962.wordpress.com/

AMEEEEIIII!!!!!!