Mês: fevereiro 2011

Pós-Facul, Bússolas e afins…

Experiências… Experiências… Experiências… Esses dias tenho tido a experiência de sentir as sensações.
Tenho tido a oportunidade de viver coisas já vividas mas tenho a grande benção de ter a consciência despertada para não cometer o mesmo erro.
Não que eu tenha me tornado perfeita e que sempre tomo as atitudes certas, digamos que de certa forma eu erro de maneira diferente… e com isso eu aprendo sempre e sempre.
Talvez seja esse o grande ponto chave, o fato de sempre estar aprendendo.
Acredito que o ponto chave desta minha existência é aprender a se relacionar com as pessoas, aprender a ser mais tolerante, aprender a amar de verdade.
Acredito que estou no caminho… Muitas coisas vêem acontecendo durante essa minha nova fase de “pós-curso superior “ ..(iiihihihihihih…grande bosta!) mas o fato é que eu estou com mais tempo pra mim e para fazer as coisas que mais gosto, de pensar no que eu realmente quero da minha vida e creio que já estava certa desde o começo.
É muito bom ter já o seu direcionamento do que se quer na vida… Acredito que quando uma pessoa já tem o direcionamento, a vida se torna melhor, não que seja mais fácil ou mais rápido, mas fica mais claro exatamente o ponto que queremos…
Pra quem quiser, dou este conselho, antes de pedir qualquer coisa, antes de desejar e rezar para qualquer coisa que aconteça na sua vida tenha primeiro o conhecimento do seu eu, a certeza do que realmente você quer só assim o sucesso e a realização serão suas irmãs e sempre estarão ao seu lado.

Anúncios

Cristiane F. 13 anos, drogada e prostituída…

No meio do expediente em meios a telefonemas e estresse com informações desencontradas eu sempre quebro o gelo falando alguma piada sarcástica, um palavrão, ou começo a cantar uma música que eu considero ridícula mas que no fundo beeeeeem no fundo do fundo mesmo eu gosto (eu não estou admitindo!!!!) hoje eu comecei a cantar uma música da banda Cine que geralmente eu canto pra irritar as pessoas [em especial a Lígia…negaaaaa!!!] o refrão é mais ou menos assim “se vocÊ quisé-é… ou meu mundo é seú-úú…” começamos a dar risadas e me chamaram de infame como sempre…
Aí eu recomecei a pensar numa coisa que eu já havia pensado há um tempo atrás…. A nossa juventude mudou para pior ou é impressão minha????
Tudo bem que na época de minha juventude (velhinha caquética falando…) existiam porcarias também, mas não era tão gritante e tão descarado a falta de vergonha, de inteligência e conteúdo!!! Ou será que estou exagerando??
Apesar de nossa cultura estar se degradando, a juventude estar sem nenhum objetivo, sem nenhuma crença, sem nenhuma direção…a coisa está mais feia… hoje em dia meninas de 10 anos já estão com vida sexual ativa, procurando homens …sexo… poxa!!!
Se antes uma menina de 13 anos era drogada e prostituída e isso era tão incomum que virava um livro, hoje em dia a coisa anda tão feia, que não é novidade nenhuma uma garota de 13 anos se prostituir para usar drogas…
Não sei se estou sendo exagerada e só agora com a maturidade (O.o) eu estou percebendo o comportamento da nossa sociedade ou se a coisa está realmente degradando… O que penso é que concordo absolutamente com o que o Felipe Neto diz, “Ter filho no mundo é pedir pra se fuder!!!”

Verdades…

Estive pensando em como fases de nossa vida são loucas confusas e interessantes.
Estou vivendo uma fase de descobertas, de amores, aceitação, ouvir…
Como é bom ouvir né?
Hoje no trabalho fui repreendida por “Ser sincera demais”, ouvi com carinho e com cautela… Sei que sou uma pessoa difícil, muitas vezes tenho um gênio intragável, insuportável e muito irritante, principalmente quando estou com fome ou quando meu pé está doendo com aqueles malditos lindos sapatos que me apertam…
Me disseram que às vezes nem sempre a verdade nua e crua é para todos, que não necessito de comprar uma briga que não é minha somente por ter uma opinião… que verdade mesmo a gente só ouve de mãe…
Isso me levou a pensar que em alguns momentos ainda temos aqueles lapsos de adolescente, que sempre tem a necessidade de se afirmar, de se colocar no mundo com uma opinião sobre um determinado assunto… O que mais seria essa necessidade de propagar uma opinião?
Ego? Necessidade de ser aceito? Medo de ser julgado? Vontade de aparecer?
Parei pra pensar em que eu me encaixo… Podem ser todas essas opções e nenhuma delas…
O fato é que parei pra pensar em algumas atitudes minhas no geral. Alguns momentos podres onde o ego e a arrogância falam bem alto… Onde muitas vezes querendo ganhar eu perco… essa conversa desencadeou outros pensamentos a respeito de mim mesma… Descobri coisas boas e coisas que preciso melhorar… Me despertou também uma alegria imensa, pois estou percebendo a mudança em mim mesma… Pois estou disposta a ouvir…
Eu adoro esses momentos de aprendizado!!!
Muito obrigada por ter sido sincera comigo de uma forma delicada e direta.


Vestidos, Barbies e muita felicidade…

Se divertir, viver a vida e olhar s coisa de uma forma mais amena e ao mesmo tempo intensa.
Esta semana me dei conta do quanto estou feliz e vivendo as coisas de uma forma deliciosamente completa.
Eu estou me sentindo a pessoa mais importante do mundo.
Fui escolhida pra ser a 1ª madrinha do casamento da minha melhor e mais antiga amiga. Nos conhecemos desde os cinco anos de idade tenho acompanhado sua vida desde então…
Fico pensando o quanto sou privilegiada!!!
Quantas pessoas no mundo tem um amigo desde os 5 anos de idade?!?!?
Só sinto uma pena de não termos passado nossa adolescência completa juntas, mas acredito que no final, aconteceu o que foi necessário para crescermos e sermos o que somos hoje.
Então… ela tirou a sorte grande, encontrou um dos poucos homens descentes que ainda restam no planeta que a ama a respeita e é uma ótima pessoa… e aí deu no que deu….
Não fico empolgada desde quando tinha uns 7 anos no natal e esperava um presente que o papai noel (aham…senta lá Vanessa….) ou emocionada quando ganhei de dia das crianças uma Barbie-fada toda roxa no ano passado (annnnnnnnn…Sim pessoas!!! Com 28 anos de idade eu ganhei uma Barbie de dia das crianças e nããããão tenho vergonha disso!Mamiiiiii!!Te adoro!)
O fato é que estou feliz, empolgada e ansiosa…. quero ser a 1ª madrinha mais Fashion-Blaster Chic da história… Minha amiga merece isso!!!!!
No mais, eu tenho aproveitado a vida de uma maneira muito gostosa… e pela 1ª vez em muito tempo não sinto um pedaço faltando…

Im hapyyyyyyyyyyyy!!!