Mês: junho 2008

O “Ser ideal”

Todas a formas de amar são intensas e especiais. Acredito que nós viemos aqui pra isso, para aprender a amar e esse é nossa principal razão de nossa existência.
Por isso sinto o amor, sinto as pessoas, amo como elas são e mesmo que eu me irrite, continuarei a amá-las.
Dizer que o amor não exite é besteira, porque ele está aí sempre nos rondando e gritando, implorando em nossos ouvidos dizendo que devemos deixá-lo entrar.
Creio que o amor ideal, aquele que nós idealizamos, não existe, existe amor ideal? Par ideal? Acho que para encontrar-mos o par ideal devemos ser ideais.
A mudança começa conosco mesmo, quando nos tornamos perfeitos, a medida que chegamos mais perto de Deus, iremos atrair pessoas perfeitas que também estão próximas de Deus.
Por isso sempre digo, a mudança começa conosco, quando mudamos o mundo a nossa volta muda também… foi uma das grandes lições que aprendi do Paulo Coelho.
 
Anúncios